MANUAL DE COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS PARA PREFEITURAS

O aumento populacional aliado ao crescimento vertiginoso das grandes cidades, às vastas áreas de cultura no campo e à superprodução de bens de consumo cada vez mais descartáveis, expressa a dimensão do problema nos últimos cem anos e a necessidade de o Poder Público local buscar soluções para o adequado descarte, coleta, tratamento, destinação final e reaproveitamento do material descartado.

Essas questões vêm evoluindo significativamente, com destaque para a redução e o reaproveitamento do material que, antes, era dirigido aos aterros sanitários ou à incineração. Mas o grande passo para um resultado efetivo virá da gestão integrada das diversas soluções disponíveis, exigindo sensibilidade do administrador público e percepção do que é melhor para o seu município.

Nesse cenário surge um instrumento valioso para a gestão, a educação ambiental e a valorização social do grande contingente de catadores, que procura no lixo algo com valor de troca — a COLETA SELETIVA. Além da separação do material reciclável, essa alternativa oferece oportunidade de participação comunitária, que propicia à população o exercício da cidadania e a possibilidade de prestar apoio à administração municipal. O Poder Público informa, educa e oferece infra-estrutura para os cidadãos se mobilizarem num esforço de mudança de hábitos e de união em iniciativas coletivas.

A Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo cristaliza na 4a. edição de “Coleta Seletiva – Guia de Implantação”, as informações e diretrizes necessárias para a implantação da coleta seletiva em qualquer parte deste imenso País.

O manual encontra-se no link: http://aneam.org.br/attachments/article/1066/ColetaSeletivaparaPrefeituras.pdf

Fonte: Web-Resol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *